Velório é interrompido após morto “apertar' mão da esposa

Velório é interrompido após morto “apertar' mão da esposa IMAGE
FOTO: HOJEMAIS


O velório de Raimundo Bezerra de Sousa, de 61 anos, foi interrompido após a viúva do falecido  ter afirmado que o homem teria apertado a mão dela. 

 

Testemunhas afirmaram também que o corpo teria transpirado e se mexido dentro do caixão.

 

Inconformados, os familiares de Sousa retiraram o corpo dele do caixão e levaram-no ao Hospital Municipal Antônio Ribeiro da Silva, em São Luís do Curu, para que o corpo se submetesse à uma nova avaliação.

 

Segundo o hospital, não foram detectados sinais vitais pela equipe médica e o corpo liberado para enterro. Após, o vai-e-vem, o corpo de Sousa foi enterrado no cemitério municipal de São Luís do Curu, por volta das 18h.

 

O professor de medicina legal da Ufal (Universidade Federal de Alagoas), George Sanguinetti, afirma que é impossível se tratar de um caso de catalepsia.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)