Santo Antônio vence Seduc nos pênaltis e conquista Estadual Sub-17

Santo Antônio vence Seduc nos pênaltis e conquista Estadual Sub-17 IMAGE
Deciso levou grande pblico ao Estdio Noroeste em Aquidauana Foto Odair MartimianoEsporte MSDecisão levou grande público ao Estádio Noroeste, em Aquidauana (Foto: Odair Martimiano/Esporte MS)

Acabou a hegemonia do Seduc no Sub-17 do Campeonato Estadual. Neste sábado (15), na decisão do título, o Grêmio Santo Antônio, nos pênaltis, venceu o time de Anastácio e levantou a taça após cinoc conquistas seguidas do adversário. No tempo normal o Seduc devolveu o placar de 2 a 1 da partida de ida, fechando o agregado em 3 a 3. No desempate, o time de Campo Grande confirmou as cinco cobranças e fechou a competição com 5 a 4. Como prêmio, garantiu vaga na Copa do Brasil Sub-17 em 2020.

O Jogo

O forte calor de Aquidauana não afastou o torcedor que compareceu em grande número no Estádio Noroeste para a final. O primeiro tempo foi melhor o Santo Antônio, que tentava administrar a vantagem conquistada com a vitória no jogo de ida, explorando os espaços abertosna defesa adversária com contra-ataques, mas o intervalo chegou sem gols.

No segundo tempo a final ganhou em emoção. Logo aos três minutos, Luan recebeu lançamento, caiu junto com Marielson, levantou e tocou por cima na saída de James, abrindo o placar. A torcida do Seduc ainda comemorava quando dois minutos depois, Ney recebeu livre pela direita, invadiu a área, chutou na saída de Humberto que defendeu, mas no rebote, Inaldo, o artilheiro do Estadual empatou.

O Seduc voltou a frente aos 16 minutos. Após cobrança de escanteio, Silvinho subiu de cabeça e exigiu excelente defesa de James. No rebote, Pedro Henrique apareceu e empurrou para as redes, fazendo 2 a 1. O Seduc ainda teve duas grandes oportunidades de marcar o gol que evitaria os pênaltis, mas pecou na pontaria. Aos 26, Silvinho não chutou e nem cruzou e perdeu grande chance. Nos acréscimos, Pedro Henrique subiu sozinho, tirou a bola do goleiro James, mas tirou do gol também.

Nas penalidades, das dez cobranças, apenas uma foi desperdiçada. Robinho chutou por cima do gol a terceira penalidade do Seduc. Carrijo converteu o último pênalti do GSA e foi para a galera comemorar o título

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)