River vence Boca em casa e fica perto da final da Libertadores

River vence Boca em casa e fica perto da final da Libertadores IMAGE
Joga da volta acontece dia 22 em La Bombonera Foto Twitter OficialConmebolJoga da volta acontece dia 22 em La Bombonera (Foto: Twitter Oficial/Conmebol)

O River Plate-ARG saiu na frente do Boca Juniors-ARG na disputa por lugar na decisão da Copa Libertadores. Neste terça-feira (1), em Buenos Aires, o River fez 2 a 0 e abriu boa vantagem para a partida de volta. Borré e Ignacio Fernández, um em cada tempo, marcaram os gols do jogo. A vantagem poderia ser ainda maior se diversas oportunidades criadas não tivessem sido desperdiçadas.

Na volta, dia 22, no Estádio La Bombonera, o time de Marcelo Gallardo pode até ser derrotado por um gol de diferença ou mesmo por dois, se também marcar na casa do adversário, que estará na decisão. Ao Boca, resta vencer por três de vantagem ou devolver o placar para levar a disputa para os pênaltis.

Na outra semifinal, Grêmio e Flamengo se enfrentam pela rodada de ida nesta quarta-feira (2), em Porto Alegre. A decisão da Libertadores acontece em jogo único pela primeira vez, dia 23 de novembro, em Santiago.

O jogo

O jogo começou movimentado no Estádio Monumental de Nuñez e com lance polêmico logo aos dois minutos. Após lateral na direita, a bola sobra para De La Cruz dentro da área. O camisa 11 bate forte cruzado e obriga Andrada a espalmar para o meio. Na sobra, Borré divide com a zaga do Boca e cai. A bola segue rolando e, quando para, o árbitro brasileiro Raphael Claus revisa o lance no vídeo e confirma o pênalti. O próprio Borré cobra aos seis minutos e abre o placar.

Sem criatividade e abusando de lançamentos longos, o time do Boca Juniors pouco ameaçou o River que, mesmo melhor, não soube aproveitar a superioridade e quase foi punido por isso. Na única chegada com perigo do time azul e amarelo, aos 42 minutos, Ábila recebe ótimo lançamento de Reynoso, protege da chegada de Casco e dá passe com açúcar para Capaldo. Completamente livre na área e cara a cara com Armani, o camisa 14 joga por cima do gol.

Na segunda etapa a falta de inspiração do Boca Juniors seguiu e o River mandou na partida. Aos dez minutos, Montiel acertou a trave, a defesa quase se complicou em cruzamento de De La Cruz, e o segundo gol do River passou a ser questão de tempo. E saiu aos 24, em boa jogada de Fernández, Suárez cruzou bem para o meia deslocar Andrada e balançar a rede. O goleiro do Boca ainda foi exigido mais vezes, mas o jogo terminou mesmo 2 a 0.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)