Renato vê massacre no 1º tempo e vibra com superação do Grêmio: "Para ficar na história"

Renato vê massacre no 1º tempo e vibra com superação do Grêmio:

Renato Gaúcho sai da Arena feliz na madrugada desta quinta-feira. O Grêmio fez tudo o que esperava para construir a vitória por 2 a 0 sobre o Libertad na noite de quarta. Pressionou, buscou o gol a todo instante. Quando teve Pedro Geromel expulso, manteve a dedicação para compensar a ausência e chegar ao resultado positivo.

Antes do intervalo, Renato viu um Tricolor que mostrou soberania com o que produzia em relação ao adversário. Faltava o gol. Na etapa final, veio o cartão vermelho ao zagueiro logo aos seis minutos. Apesar de ter 10 jogadores em campo, o time não mudou e chegou aos gols com Diego Tardelli e David Braz, aos 25 e 38, respectivamente.

- Foi um jogo bastante emocionante, pegado. Taticamente, foi das melhores partidas no primeiro tempo, sem dar chances ao adversário. Foi praticamente um massacre. No segundo, pressionamos. Tivemos a expulsão do Geromel. Esperamos que não ocorra, mas aconteceu. Minha equipe superou. Fiz as trocas. Em duas bolas paradas, fizemos os gols - declarou Renato na entrevista coletiva após o jogo.

Renato e Matheus Henrique aps Grmio 2 x 0 Libertad  Foto Eduardo MouraRenato e Matheus Henrique aps Grmio 2 x 0 Libertad  Foto Eduardo Moura

Renato e Matheus Henrique após Grêmio 2 x 0 Libertad — Foto: Eduardo Moura

Com o resultado, o Grêmio pode até perder por um gol de diferençaou dois, a partir do resultado de 3 a 1, que garante vaga às quartas de final da Libertadores. Mesmo assim, Renato prega respeito ao Libertad. Só que o treinador queria mesmo era enaltecer o trabalho apresentado na Arena.

- Temos uma pequena vantagem, que é importante. Veio com um a menos. Fizemos e não tomamos. Suportamos bem a pressão da bola aérea deles. Um jogo para ficar na história por tudo o que ocorreu. Já merecíamos o gol bem antes. Mas com um jogador a menos fica difícil. Criamos o tempo todo, fizemos dois, mas não está nada definido - completou.

O jogo de volta ocorrerá na próxima quinta-feira, às 21h30, no Defensores del Chaco, no Paraguai. Antes, no entanto, o Tricolor volta a concentrar forças no Brasileirão. Nesta segunda-feira enfrenta o CSApelo fechamento da 12ª rodada. O confronto será disputado às 20h, no Rei Pelé, em Maceió. Os gaúchos estão em 11º lugar com 15 pontos.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)