Reforma da Previdência deve ser votada em segundo turno em duas semanas

Reforma da Previdência deve ser votada em segundo turno em duas semanas IMAGE
A senadora Simone Tebet (MDB-MS) (Foto: Agência Brasil)

A votação em segundo turno da reforma da Previdência no Plenário do Senado deve ser feita na semana do dia 22 de outubro, avaliaram senadores, na terça-feira (8).


A previsão foi feita após reunião de líderes partidários conduzida pelo vice-presidente do Senado, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).


"Confirmada a votação da Previdência, a princípio, para o dia 22. Tudo acordado, houve a aquiescência geral dos líderes para essa votação", afirmou Anastasia.


O vice-líder do DEM, senador Marcos Rogério (RO), disse que o segundo turno da reforma previdenciária "deve mesmo" ocorrer nessa data porque muitos senadores estarão em viagem a Roma para a canonização da Irmã Dulce na semana que vem e a reforma precisa ser votada com “a Casa cheia”.


"É uma matéria que o país precisa dela e tem pressa, mas não dá para votar em um ambiente de risco, é preciso votar com a segurança de que o texto será aprovado e teremos a promulgação do texto conforme saiu do primeiro turno", disse Marcos Rogério.


A senadora Simone Tebet (MDB-MS) afirmou que, mesmo ficando para ser concluída no dia 22, a reforma da Previdência deve passar sem mudanças em relação ao primeiro turno, já que “não cabem mais emendas de mérito”.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)