Palmeiras volta para casa após protestos fora; Felipe Melo diz: "Quando vaia um, vaia todo mundo"

Palmeiras volta para casa após protestos fora; Felipe Melo diz:

Depois de uma sequência de quatro jogos como visitante, sendo os três últimos longe da cidade de São Paulo, o Palmeiras se prepara para voltar a jogar em casa. Mas, no sábado, o duelo contra o Vasco, válido pelo Campeonato Brasileiro, pode representar alguma resistência de parte de seus torcedores.

Em Fortaleza e em Mendoza, o elenco conviveu com protestos de uma organizada. Antes, em abril, o ônibus já havia sido alvo de ataques dias depois da eliminação no Campeonato Paulista.

Durante o aquecimento para o jogo contra o Godoy Cruz, que terminou em 2 a 2 no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, alguns palmeirenses presentes no estádio Malvinas Argentinas ofenderam jogadores e o auxiliar Paulo Turra.

Dudu foi chamado de choro na Argentina  Foto Andres LarrovereAFPDudu foi chamado de choro na Argentina  Foto Andres LarrovereAFP

Dudu foi chamado de "chorão" na Argentina — Foto: Andres Larrovere/AFP

Dudu, ídolo palmeirense nas conquistas recentes do clube, foi chamado de "chorão" em coro que pedia sua saída do clube. Mas houve também outros palmeirenses que optaram por apoiar o time.

– Não tem resposta (aos críticos). Tenho de dar resposta dentro de campo. Sempre fiz o melhor para o Palmeiras, sempre me dediquei e vou continuar me dedicando para fazer um ano muito bom junto com a equipe – disse Dudu.

– Estamos fazendo nosso trabalho como sempre fizemos. Quando se perde um ou dois jogos no Palmeiras, é uma pressão muito grande. Tem que saber lidar com isso. Sabemos o que temos de fazer e vamos continuar trabalhando – declarou Bruno Henrique.

Felipe Melo diz que jogadores esto fazendo autocrtica  Foto Cesar GrecoPalmeirasFelipe Melo diz que jogadores esto fazendo autocrtica  Foto Cesar GrecoPalmeiras

Felipe Melo diz que jogadores estão fazendo autocrítica — Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Além da eliminação na Copa do Brasil para o Inter, o Palmeiras viu sua invencibilidade de 33 jogos e a vantagem de cinco pontos para o vice-líder acabarem. O time de Felipão continua na liderança do Brasileirão, mas com os mesmos 26 pontos do Santos e mais saldo.

– Nós perdemos a gordura, a vantagem a gente tem, somos líderes do campeonato. É continuar vencendo, é voltar para a sequência de vitórias no Campeonato Brasileiro – disse Felipe Melo.

– A gente trabalha para vencer. Não existe essa situação porque escuta um torcedor gritando para um ou para outro. Somos uma equipe. Quando vaia um, vaia todo mundo. Todos nós sentimos. Cada um está fazendo uma autocrítica. O importante é voltar uma sequência de vitórias, aí o torcedor vai voltar para o nosso lado – acrescentou.

No sábado, às 17h, o Palmeiras recebe o Vasco, na arena, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time carioca está na 15ª posição com, com 12 pontos.

– Vai ser um jogo importante contra um time gigante como o Vasco, que tem um treinador que é um dos melhores do Brasil, que está fazendo o Vasco jogar bem e está resgatando aquela mística de raça e de ganhar jogos. Mas vamos jogar em casa, onde temos um tempo sem perder, queremos alcançar grandes voos nesta temporada. Quem pensa em ser campeão tem que vencer o jogo – avaliou Felipe Melo.

– O Vasco vem em uma recuperação boa no campeonato. A gente está brigando pela liderança. O campeonato é longo, mas temos tudo para brigar por esse título novamente – completou Bruno Henrique.

Na arena, os números do Palmeiras são positivos em 2019. Até agora, são 13 jogos de invencibilidade, sendo que o time de Felipão não sofreu gol nos últimos 11 confrontos no local. No geral, 84,4% de aproveitamento no local na temporada, com 12 vitórias, dois empates e uma derrota.

Depois do jogo contra o Vasco, que pode interromper uma sequência do Verdão de três jogos sem vitória, o time de Felipão recebe o Godoy Cruz na terça-feira pelo duelo de volta das oitavas de final da Libertadores. O time de Felipão entra em campo contra os argentinos com a vantagem de poder empatar sem gol ou por 1 a 1 para avançar no torneio sul-americano.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)