Mulher morre vitima da gripe H1N1 em Deodápolis

Mulher morre vitima da gripe H1N1 em Deodápolis IMAGE

Na última semana mais quatro municípios de Mato Grosso do Sul registrou vítimas fatais da influenza A, sendo uma vitima do município de Deodápolis, o número de óbitos subiu para 44 no estado, conforme divulgado no boletim epidemiológico da SES-MS (Secretaria de Estado de Saúde) na ultima quarta-feira (17).

Conforme apurou o Site Deodapolisnews, ao todo foram notificados até o momento, 1.106 casos da doença e confirmados 223, desses 149 por H1N1, 62 por influenza não subtipado, 11 por H3N2 e um caso de influenza B.

Infelizmente o município de Deodápolis entrou na estatística dos óbitos do estado, sendo que uma mulher de 58 anos foi a vitima fatal no último dia 16/07/2019 pela gripe H1N1.

Como se prevenir? Com a chegada do clima mais frio, dá para perceber que o hábito do campo-grandense é de fechar todas as janelas para se proteger. Entretanto, uma medida tão simples como esta pode trazer riscos à saúde. Lugares fechados e com muita gente facilitam a transmissão da Influenza H1N1, logo locais com aglomeração devem ser evitados.

Para evitar a transmissão, também é recomendado que a população evite contatos sociais desnecessários, visitas a hospitais, apertos de mão, abraço e beijos e também não deve partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal. Outras medidas preventivas são a higienização das mãos e cobrir o nariz e a boca quando tossir ou espirrar.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)