Ministra Tereza Cristina é exonerada para votar Reforma da Previdência

Ministra Tereza Cristina é exonerada para votar Reforma da Previdência IMAGE
GLAUCEA VACCARI, COM AGÊNCIAS

A exemplo do que ocorreu durante a votação do primeiro turno da Reforma da Previdência, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, foi exonerada temporariamente do cargo para que ela possa reassumir seu mandato de deputada federal pelo DEM-MS, e reforçar o placar favorável à reforma da Previdência na votação do segundo turno, que deve começar nesta terça-feira. 

Os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, também foram exonerados.

Os decretos que formalizam a licença dos ministros foram publicados em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), nesta tarde. Depois de encerrados os trabalhos, os ministros devem retornar aos seus cargos no Executivo. 

O início da discussão deve ocorrer hoje à noite, quando terá de ser votada a quebra de interstício (intervalo) de cinco sessões do plenário entre o primeiro e o segundo turnos.

Assim como na votação em primeiro turno, serão necessários 308 votos para que a matéria seja aprovada e enviada ao Senado, onde também será analisada em dois turnos de votação.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)