Ministério Público libera Puccinelli para sacar R$ 18 mil de bens bloqueados

Ministério Público libera Puccinelli para sacar R$ 18 mil de bens bloqueados IMAGE
IZABELA JORNADA E YARIMA MECCHI

Ministério Público Estadual (MPMS) atendeu pedido da defesa do ex-governador André Puccinelli (MDB) para sacar, mensalmente, dos bens bloqueados, o valor de R$ 18,5 mil. A justificativa do ex-governador é que sua esposa, Beth Puccinelli, faz tratamento de saúde e os gastos são de, aproximadamente, R$ 40 mil por mês. Além dos problemas de saúde de Beth, Puccinelli alegou também que está devendo Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) de imóveis.

O ex-governador é réu na Operação Lama Asfáltica e é acusado de envolvimento em suposta organização criminosa que desviou mais de R$ 400 milhões dos cofres públicos.

O parecer sobre parte do desbloqueio dos bens de Puccinelli foi assinada pelo promotor de Justiça Marcos Alex Vera. A declaração foi encaminhada para o juiz Roberto Ferreira Filho, da 1ª Vara Criminal que decidirá sobre o pedido.

“De análise da documentação em questão, percebe-se, com especial destaque, a comprovação de despesas com tratamento médico da esposa do denunciado, notadamente tratamento cirúrgico, aquisição de medicamentos de uso contínuo e fisioterapia”, diz parte dos autos.

Marcos Alex continua justificando a declaração alegando que o pedido da defesa de André já tinha sido analisado e deferido pelo Juízo da 3ª Vara Federal de Campo Grande, “em circunstâncias similares a presente”.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)