Judoca da Capital garante a prata na Fase Final dos JUBs

Judoca da Capital garante a prata na Fase Final dos JUBs IMAGE
DivulgaoDivulgação

A delegação de Mato Grosso do Sul fechou o segundo dia de judô na Fase Final dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) com mais uma medalha. Desta vez, a condecoração foi prateada, conquistada por Yuri Araujo Marques Lourenço nesta quinta-feira (24.10), pela categoria sênior masculino meio-leve, para atletas com até 66 quilogramas (kg). A competição, que acontece em Salvador-BA, começou no dia 21 e segue até 28 de outubro. As disputas da arte marcial ocorrem no Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas-BA, região metropolitana da capital baiana. Os judocas do Estado, com apoio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), são comandados na competição pelo técnico Alessandro Souza Nascimento.

O campo-grandense, acadêmico da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), chegou à final após superar seus três primeiros adversários por ippon, golpe "perfeito" da modalidade. Yuri Lourenço estreou com vitória diante de Roberto da Silva, da Vale, do Espírito Santo, na fase oitavas de final. Nas quartas, derrotou Anderson Araujo, da Universidade Norte do Paraná (Unopar), unidade Santa Catarina. A semifinal foi contra Lucas Ramos, da Universidade Paulista (Unip), unidade Amapá. O judoca sul-mato-grossense sofreu revés na final por golpe de imobilização, em duelo contra Diego Santos, da Faculdade do Comércio (Rede Unigat), da Bahia.

Yuri Lourenço enfatiza que a prata obtida na Fase Final dos JUBs serviu de motivação para o seu futuro na modalidade, por defrontar, na mesma chave, com atleta integrante da seleção brasileira. "Fiz uma excelente competição, levando em consideração o nível fortíssimo da categoria, composta por dois atletas da seleção brasileira, sendo que um deles caiu na minha chave. Então, conseguir chegar à final em uma chave com atletas de seleção serviu como fonte de motivação e inspiração para mim, para me autoconscientizar de que tenho de treinar mais. A competição fez eu acreditar que posso chegar à seleção brasileira, só tenho de focar mais nesta categoria".

"Fiquei feliz em ter conquistado a prata. Claro que eu queria o ouro, estaria mais feliz ainda, mas faltaram alguns detalhes que precisam ser ajustados para chegar ao lugar mais alto do pódio, com a parte de chão. Perdi por imobilização e sei que preciso trabalhar um pouco mais neste fundamento tendo em vista as próximas competições. Esse foi um fator que influenciou no resultado. Eu preciso gostar um pouco mais da luta no chão, treinar e focar mais neste ponto para conseguir o ouro", acrescenta Lourenço.

Mais judocas de Mato Grosso do Sul pisaram no tatame nesta quinta-feira (24.10). Mateus Batista Pita, na categoria leve (até 73 kg), ficou em quinto lugar. Também na quinta posição ficaram Ayhan Liell Zanella e Gabriela Stroppa Paliano, ambos pela categoria absoluto (sem limite de peso). Luan Nantes Sartori, pela ligeiro (até 60 kg) não obteve colocação oficial. Nesta sexta-feira (25.10), os sul-mato-grossense entram na disputa por equipes.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)