INSS registra aumento nos pedidos de aposentadoria

INSS registra aumento nos pedidos de aposentadoria IMAGE

Dados do Instituto Nacional de Seguridade Social mostram que a quantidade de processos de aposentadoria saltou de 153 mil, em junho, para 235 mil e 500, em julho. Um crescimento de 54% entre um mês e outro.

Vale lembrar que um Projeto de Emenda à Constituição com mudanças nas regras da aposentadoria está sendo analisado pelos parlamentares desde junho. O texto da PEC da Previdência começou a tramitar na Câmara dos Deputados no sexto mês do ano e foi aprovado, em 1º turno, em julho, mês em que houve alta no número de pedidos de aposentadoria.

A reforma agora está sendo analisada no Senado.

Para o INSS, porém, o aumento no número de pedidos é devido à ampliação dos serviços digitais. Ficou mais fácil, segundo o Instituto, pedir o benefício.

De acordo com o órgão, o segurado que já tem as condições necessárias para requerer a aposentadoria, ou seja, tem o direito adquirido, não precisa adiantar processo, já que eventuais mudanças nas regras não o afetaria – o que, portanto, para o INSS, não justifica o aumento.

Entre os principais pontos da reforma estão idade mínima de 62 anos para mulheres e de 65 para homens se aposentarem, tanto na iniciativa privada quanto do setor público. 

O tempo mínimo de contribuição na nova regra será de 15 anos para mulheres e 20 anos para homens.

Há algumas regras de transição. Uma delas é o tempo mínimo de contribuição para quem já está no mercado de trabalho, que será de 15 anos para trabalhadores de ambos os sexos.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)