Energisa justifica aumento nas contas de luz aos deputados: 'muito calor'

Energisa justifica aumento nas contas de luz aos deputados: 'muito calor' IMAGE

TOPMíDIA NEWS

Foto: Divulgação - Rayani Santa Cruz
PUBLICIDADE

O diretor-presidente da Energisa-MS, Marcelo Vinhas, e membros da empresa participaram de reunião na Assembleia com os 24 deputados estaduais nesta terça-feira (29). O encontro se deu após movimento de parlamentares para abertura de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito). 

O presidente da Casa, Paulo Corrêa  (PSDB), disse que, inicialmente, os deputados fizeram o papel de ouvir a concessionária, que apenas apresentou dados. 

"É uma empresa que merece respeito, vai investir R$ 2 milhões no Estado em rede e estrutura nos próximos anos. Primeiro a gente tem que ouvir todas as partes para depois decidir sobre abertura de CPI. Temos 87% da população pedindo CPI, mas temos que analisar todos os ângulos ”, diz. 

Corrêa pediu prudência e afirmou que a decisão final sobre abertura ou não de CPI é dos deputados, que serão ouvidos posteriormente. A reunião deve ocorrer nesta semana.

Para o presidente da Assembleia, as explicações da Energisa foram satisfatórias, apesar do alto número de reclamações da população.

Filme repetido

Os representantes da Energisa apresentaram dados locais e justificaram o aumento nas contas de energia elétrica devido ao consumo a mais em período de calor e diminuição nos reservatórios das distribuidoras.

"Tivemos uma grande variação de consumo devido às altas temperaturas. O Mato Grosso do Sul tem característica de grande amplitude térmica, e carga de geração muito forte. Então, nos meses de altas temperaturas, por exemplo, é como se tivéssemos no Estado um novo município de Dourados. A temperatura tem grande influência sobre o consumo das pessoas", explicou o diretor Marcelo Vinhas.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)