Em meio à crise, secretário de Administração de Bataiporã pede demissão

Em meio à crise, secretário de Administração de Bataiporã pede demissão IMAGE

O secretário de Administração, Finanças e Planejamento de Batayporã, Dilmo Mathias Teixeira, deve deixar o cargo nesta sexta-feira (23), de acordo com fontes consultadas pela reportagem do Nova News.

A informação surgiu na manhã desta quinta-feira (22) por meio do próprio secretário municipal que teria feito o comunicado a servidores da Prefeitura de Batayporã.

Cb image default
Dilmo Mathias à esquerda despachando com o prefeito Takahashi - Imagem: Redes Sociais

Mathias, que é servidor de carreira do município, deixa a secretaria pouco mais de dois anos após o prefeito Jorge Luiz Takahashi (MDB) assumir o cargo em janeiro de 2017. O secretário municipal deverá voltar para seu local de origem, o setor contábil da Prefeitura Municipal.

Crise

O município de Batayporã vive momentos de tensão administrativa desde o final do mês de julho, quando uma operação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MP-MS) realizou uma operação na Prefeitura Municipal. Na época, a ação batizada de “Jogo Sujo” fez buscas em algumas residências, tanto na cidade de Batayporã, quanto em Nova Andradina e Dourados.

Já no início do mês agosto, a suspensão das aulas da Escola de Educação Especial “Luz do Amanhã” (APAE) devido à falta de repasses oriundos de convênio firmado com a Prefeitura de Batayporã causou mais instabilidade dentro do Governo de Takahashi. A APAE permaneceu mais de 10 dias com as atividades paralisadas.

A reportagem apurou que o prefeito foi notificado pelo Ministério Público a comparecer no gabinete da Promotoria de Justiça de Batayporã na manhã desta quinta-feira (22). 

Ainda não se sabe se a queda do secretário Dilmo Mathias tem ligação com a referida reunião convocada pela promotora Bianka Mendes.

Já no início da tarde desta quinta-feira as informações apontavam que Sidney Olegário Marques, atual secretário de Obras, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente seria o nome que poderá assumir interinamente o cargo de secretário de Administração, Finanças e Planejamento até que o prefeito municipal decida os rumos da pasta.

A reportagem do Nova News tentou contato com o secretário Dilmo Mathias, porém seu aparelho móvel estava indisponível.

Com a saída de Dilmo Mathias, chega a seis o número de secretários que não fazem mais parte da administração do atual prefeito Jorge Takahashi (MDB) em pouco mais de dois anos de governo. Anteriormente, já haviam deixado os cargos Marcos Barbosa (Meio Ambiente); Mirian Pereira (Obras); Cláudia Macedo (Educação); Cláudio Casaroto (Agricultura) e Luiz Fernando (Obras).

Alguns dos ex-secretários citados deixaram os cargos devido a certos descontentamentos para com o Governo Municipal enquanto os demais tiveras suas secretarias incorporadas por outras pastas. 

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)