Eduardo Costa usa redes sociais para elogiar Campo Grande: ‘Dão seta e ninguém joga lixo na rua’

Eduardo Costa usa redes sociais para elogiar Campo Grande: ‘Dão seta e ninguém joga lixo na rua’ IMAGE


Cb image default
Imagem: (Reprodução / Instagram)

Eduardo Costa usou o perfil pessoal no Instagram para rasgar elogios durante sua passagem por Campo Grande, na ida para o show em Aquidauana, na noite do ultimo sábado (18). O cantor surpreendeu até os moradores ao afirmar que os motoristas da Cidade Morena “dão seta” e que “ninguém joga lixo na rua”.

Dentro do carro, o sertanejo ainda disse que já passou por diversas cidades, mas “não existe uma Capital tão bonita e bem cuidada como Campo Grande”.

“To aqui em Campo Grande, Capital de Mato Grosso do Sul e eu estou em impressionado. Com a beleza dessa cidade e o cuidado da população com a cidade. Você não vê um lixo na rua. Os carros andam devagar, dão seta para entrar, ninguém joga lixo na rua, as pessoas guardam o lixo no carro. É tudo muito arrumado, aprece que a gente não está no Brasil.”

No final de Janeiro deste ano, Mato Grosso do Sul foi eleito, por pesquisa popular do Ministério do Turismo, o Estado mais hospitaleiro do Brasil. Na época, centenas de sul-mato-grossenses usaram as redes sociais para contestar e até tirar sarro do resultado. Os próprios moradores não acreditaram que ele foi eleito como o mais hospitaleiro do Brasil.

Reclamação

Conforme reportagem publicada pelo Jornal Midiamax em fevereiro, o lixo no chão e a falta de seta no trânsito são as principais reclamações dos moradores da Capital. De acordo com relatos de campo-grandenses nas redes sociais, não é raro ver alguém comendo lanche e descartando a embalagem na rua. Motoristas também são vistos, ainda conforme os internautas, jogando papeis pela janela dos carros.

“Esses dias estava no ônibus e vi uma senhora, de idade já, jogando um copo plástico de café pela janela do meu lado. Fiquei brava, chamei a atenção em voz alta e ela ficou toda sem graça. Parece que já virou algo corriqueiro jogar tudo no chão', explicou uma moradora do bairro São Conrado.

No trânsito a reclamação unânime dos motoristas é: a seta. A importância de sinalizar com a seta antes de ultrapassagens, troca de faixas, retornos e conversões parece óbvia até para os recém-habilitados. Entretanto, muita gente também reclama da ausência de sinal dos condutores sul-mato-grossenses.

“Aqui ninguém usa a seta e se você usar para indicar que quer trocar de faixa parece que aí mesmo que eles aceleram. É um absurdo. Diariamente vemos essa infração no trânsito.'

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)