Detran pede rescisão de contrato com empresa responsável por radares

Detran pede rescisão de contrato com empresa responsável por radares IMAGE
GLAUCEA VACCARI E FÁBIO ORUÊ

Após a empresa Perkons, detentora dos radares em Mato Grosso do Sul, desligar os 114 equipamentos redutores de velocidade instalados no Estado por dívida de R$ 10,4 milhões não paga pelo Governo do Estado, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), anunciou ontem (21) que pretende rescindir o contrato de prestação de serviço com a empresa.

Diretor-presidente do Detran-MS, Luiz Rocha, foi encaminhado na ultima terça feira (20) à Perkons uma proposta de pagamento do saldo restante, de aproximadamente R$ 10 milhões, com desconto e em quatro parcelas.

A justificativa para a rescisão do contrato, medida tomada em conjunto com o governo, é contenção de despesas. “Seguimos uma recomendação do governo em priorizar o pagamento para os repasses de saúde, educação e gastos com pessoal para depois ir quitando os contratos”, disse Rocha.

O contrato teve início 2015 e desde então, conforme o Detran, R$ 65 milhões foram pagos a empresa, sendo que, apenas este ano, R$ 6,4 milhões já foram repassados.

Para resolver o problema, o órgão está elaborando um novo termo de referência para a contratação de novos equipamentos, similares e com a mesma função, e valores mais em conta.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)