Chamado de "novo Everton", douradense renova com Grêmio com multa de R$ 221 mi

Chamado de
Ferreira pode pintar no time profissional do Grmio em breve foto DivulgaoGrmioFerreira pode pintar no time profissional do Grêmio em breve (foto: Divulgação/Grêmio)

O atacante douradense Aldemir dos Santos Ferreira, conhecido como apenas por Ferreira no Sul, está de contrato renovado com o Grêmio até 2021. A joia é vista como potencial para chegar ao profissional em breve e por isso a multa do jogador subiu para R$ 221 milhões.

Com 21 anos, Ferreira é artilheiro do Grêmio no Campeonato Brasileiro Sub-23 com cinco gols em oito jogos (veja um dos gols dele abaixo) e falou sobre o sonho de estar se tornando um jogador reconhecido. "Muito feliz pela renovação com o Grêmio. É mais um passo a caminho do meu sonho. Agora é seguir trabalhando forte e esperar pelas oportunidades no grupo profissional. Graças a Deus vivemos um grande momento na Transição. Nesta semana, já temos um jogo muito importante e decisivo no Brasileiro de Aspirantes", disse.

De acordo com fontes ligadas ao clube, a comissão técnica da equipe de transição enxerga em Ferreira as características semelhantes a de Everton Cebolinha. "É um extrema esquerda de velocidade, com dribles, jogadas individuais e vem evoluindo nas finalizações", explica a assessoria do clube gaúcho.

 
Douradense atua pelo lado esquerdo e chama ateno pelos dribles foto DivulgaoGrmioDouradense atua pelo lado esquerdo e chama atenção pelos dribles (foto: Divulgação/Grêmio)

No clube desde 2013, Ferreira sempre se destacou na base do Grêmio pelo poder de drible. De acordo com o técnico do time de transição Thiago Gomes, o garoto conseguiu evoluir nos últimos meses nos aspectos táticos e também nas finalizações.

"Quando você vê o jogo do Ferreira, a primeira coisa que chama atenção é o drible, a capacidade de enfrentar o adversário que ele tem. Ele não tem apenas o drible para dentro. Às vezes, o zagueiro espera que o Ferreira vá ir para dentro e ele puxa para o fundo para fazer o cruzamento. Ele é um cara que mesmo no espaço curto consegue driblar", falou o comandante ao Gaúcha ZH.

Natural de Dourados, no Mato Grosso do Sul, Ferreira chegou ao Grêmio para a categoria sub-17 após se destacar em uma escolinha conveniada do clube em sua cidade (Progol). A tendência é de que o garoto permaneça no elenco de transição pelo menos até o final do ano. A meta é de que o atacante siga o processo de evolução para poder ficar à disposição do técnico Renato Portaluppi.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)