Batayporã está no topo entre os municípios de MS que mais avança na colheita de milho

Batayporã está no topo entre os municípios de MS que mais avança na colheita de milho IMAGE

Ascom/PMB / Imagens: André Bento/Dourados News

A colheita do milho 2ª safra em Mato Grosso do Sul já passa de 50% da área cultivada, de aproximadamente 1,918 milhão de hectares. Batayporã e Laguna Carapã são os municípios em que as máquinas mais avançaram, com 80% das lavouras colhidas. Em todo o Estado, a produtividade média tem sido de 88 sacas por hectare e são projetadas 10,127 milhões de toneladas de produção.

 

Esses dados constam no mais recente Boletim Casa Rural, divulgado na terça-feira (30) pela Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) a partir de informações coletadas em contatos com empresas de assistência técnica, sindicatos rurais e empresas privadas dos principais municípios produtores.

 

De acordo com o Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), até o dia 26 passado a área colhida de milho acompanhada pelo projeto já alcançava 54,9%.

 

“A região norte está com a colheita mais avançada, em média de 74,9%, enquanto a região sul está com 52,6% e a região centro com 51,6% de média. A área colhida até o momento, conforme estimativas do Projeto SIGA, é de aproximadamente 1,052 milhão de hectares”, detalhou.

 

Ainda segundo o Boletim Casa Rural, Batayporã e Laguna Carapã têm 80% da área colhida. Nova Andradina tem índice aproximado de 75%. Amambai e Coronel Sapucaia chegaram a 70%. Anaurilândia tem 60%. Mais atrasada, a colheita está entre 10% e 20% em Jardim e em Bonito, e atinge 25% em Bela Vista.

 

Na média estadual, entre 52,6% e 54,9%, figuram Tacuru, Sete Quedas, Maracaju, Juti, Jateí, Iguatemi, Eldorado, Dourados, Douradina, Caarapó, e Aral Moreira. Itaporã, Itaquiraí, Fátima do Sul, Naviraí e Ponta Porã chegaram a 50% de área colhida.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)